Este é o primeiro de uma série de posts sobre menopausa e climatério que vão apresentar informações validadas e derrubar mitos sem suporte científico para ajudar você a entender melhor estes processos e fazer escolhas que possam contribuir para maior bem-estar e saúde.

Para começar, vamos falar do que são esses processos e quando ocorrem.

Menopausa

Menopausa corresponde ao fim dos ciclos menstruais e é definida clinicamente como o momento em que a mulher completa 1 ano sem menstruar (1,2).

A menopausa ocorre naturalmente devido à idade em todas as pessoas com útero em decorrência do esgotamento na atividade ovariana. Ela também pode ocorrer de forma secundária a intervenções médicas como a quimioterapia ou a remoção cirúrgica dos ovários.

O processo biológico que leva à menopausa é multifatorial e será assunto dos próximos posts. Ele se desenvolve ao longo de vários anos e envolve uma redução no bem-estar físico e emocional, que varia individualmente e pode ser debilitante.

Segundo a Organização Mundial da Saúde, a menopausa ocorre comumente entre os 45 e os 55 anos de vida. Este intervalo leva alguns autores e organizações médicas a definirem a menopausa prematura como aquela que ocorre antes dos 40 anos de idade, precoce entre 40 e 45 e tardia após os 55 anos (1–4). Contudo, estas classificações podem variar.

A idade mais comum mundialmente para a menopausa natural é 49(5). No Brasil, assim como em outros países da América Latina, ela ocorre ligeiramente mais cedo e estudos sugerem que ocorra aos 47 anos na maior parte das vezes, podendo ser influenciada por fatores sociodemográficos, hábitos de vida e saúde(5).

Como veremos a seguir, é comum que o termo menopausa seja usado indevidamente para designar o Climatério(2).

Climatério

Enquanto a menopausa corresponde ao fim dos períodos menstruais após 12 meses consecutivos devido à redução drástica na liberação de alguns hormônios, o climatério é a transição gradual do período reprodutivo, ou fértil, no qual o ovário ainda está ativo e os ciclos menstruais acontecem, para o não reprodutivo.

Este período envolve vários anos antes e também depois da menopausa nos quais as mudanças hormonais e consequências no bem-estar e riscos à saúde iniciam. A maior parte dos autores sugere que o climatério inicie cerca de 5 anos antes da menopausa, embora alguns afirmem que comece 8 anos antes, e se estenda até o final da vida da mulher.

Neste cenário, os ditos “sintomas da menopausa” são, na verdade, sintomas do climatério e podem começar gradativamente a partir dos 40 anos, para a média da população feminina(1,5,6).

O termo climatério vem do grego, significando etapas, e se refere às mudanças graduais para as quais devemos estar atentos tanto para reverter seus sintomas quanto para procurar auxílio clínico para seu manejo e prevenção de doenças associadas.

Nos próximos posts falaremos sobre os ciclos femininos, os sintomas e o risco aumentado no desenvolvimento de doenças associado ao climatério e à menopausa, além de estratégias para promover saúde e bem-estar suportadas por boas evidências científicas e clínicas.

Linha do tempo mostrando quando ocorrem a Menopausa e o Climatério.

Bibliografia:

Deixe um comentário

Preencha os seus dados abaixo ou clique em um ícone para log in:

Logo do WordPress.com

Você está comentando utilizando sua conta WordPress.com. Sair /  Alterar )

Imagem do Twitter

Você está comentando utilizando sua conta Twitter. Sair /  Alterar )

Foto do Facebook

Você está comentando utilizando sua conta Facebook. Sair /  Alterar )

Conectando a %s